PRECIFICAÇÃO DO FRELANCE | Como o freela cobra por um trabalho de design gráfico?

BS”D

TOPO

ANTES DE LER ESTE ARTIGO |

Antes de ler este artigo sugiro que você vá na aba “SOBRE” para entender quem é a fonte que escreve o artigo. Pois isso é importante antes de iniciar um senso crítico sobre a abordagem do assunto.

Não quero dar fórmula mágica, mas abordar de forma simples, direta, objetiva e mais técnica possível para você não somente entender, mas aplicar uma forma de cobrança e orçamento só seus. Não vá atrás de gurus de Internet, procure boas referências no mercado e pessoas que realmente sabem o que estão fazendo.

Antes de falar sobre o orçamento no mundo dos mortais, vamos falar sobre os SUPER ASTROS E ROCKSTARS DO DESIGN?

 

PODCAST:

Existe um Podcast onde eu leio esse artigo e comento. Então vá no seu agregador de podcast, em especial o CastBox e ouça este e outros artigos do blog em forma de áudio.
Pesquise por: Sussurros Podcast, ou Thiago Carneiro 

DESIGNER EXPERT

Decidi falar primeiro deste, mesmo tentado escrito as outras modalidades primeiro, para incentivar os estudantes a desenvolver e trabalhar sua genialidade e incentivar experts a evoluir para cima. Esse não é um pleonasmo, muitos profissionais tornam-se obesos do ponto de vista do conhecimento e da carreira. Nossa ideia é incentivar você a crescer para cima de fato e conquistar melhores condições de genialidade do seu trabalho. E tem como ser mais profissional que um expert reconhecido? Sim, claro.

O designer expert tem valores diferenciados de custo, vai depender da área de atuação, entretanto pode variar de 9 a 17 mil reais. Isso sem atuar em cargos gerências.Ou seja, continuar crescendo na carreira, sem precisar estar liderando pessoas diretamente. Entretanto depois destes existem os RockStars, mas isso é outro ASSUNTO. Profissionais Rockstars estão em uma categoria que eu identifiquei, que iremos abordar no nosso canal do youtube e podcast em breve.

Estes podem, e é adequado que trabalhem, em um único projeto dirante alguns meses, ou contrate uma equipe para executar os planos e pesquisas destes. Um custo de um projeto assim pode variar de R$ 50.000,00 a meio milhão de reais dependendo de quantos sub serviços sejam o ferecidos como logotipo, embalagem, identidade de marca, gerenciamento e etc. ( inclusive para campanhas – telas de powerPoint e redes sociais).

Agora vamos de volta ao mundo dos mortais?

Fórmula de precificação e Network

Este post é um start inicial sobre o assunto, quero desenvolver com vocês possiveis ideias que possam contribuir para que o processo fique mais claro e objetivo. Portanto seu comentário abaixo do post ajuda muito nesse processo de construção. Aproveite e se apresente, essa é uma boa chance de NETWORK. Não se esqueça, estou aguardando ansiosamente seus comentários no youtube e no podcast.

Construindo a basede valor

Há dois fatores que você deve considerar quando estamos falando de valor e preço. Preço é a taxa petrificada que leva em conta todos os valores. Neles inclui-se, insumo, hora/máquina, hora/homem, custos de produção e lucro. Porém agregado a todos estes valores, temos também a credibilidade e confiança que a marca transmite. Esse último valor é o que mais sofre alteração e o que você vai realmente lucrar somente depois de algum tempo de mercado. Ou, caso não tenha sucesso nas primeiras cobranças deverá ser trabalhado antes.

Exemplos Práticos:

BOLO DE GRAÇA: Como exemplo, vamos colocar o bolo da sua mãe, ou da sua avó. Ele é delicioso, eu imagino. Seria um excelente produto. Mas imagino que sua mãe não te cobra nada para você come-lo. Entretanto ele tem um custo para ser produzido. Mesmo assim, você o come de graça.

BOLO DA CONFEITARIA: O mesmo bolo da sua mãe, vendido na padaria da esquina do seu bairro vai agregar não somente o custo de produção, mas as contas básicas para produzir o bolo da sua mãe, além do lucro que o padeiro vai pagar à sua mão, mais os custos da loja da padaria, mais o lucro do dono da padaria. Lógico que a padaria da esquina não trabalhou o branding e o valor de marca não é um fator forte nesta tomada de decisão. Valor de percepção de marca não entra aqui na precificação. Mas o bolo da sua mãe na padaria da esquina não tem o mesmo preço deste mesmo bolo vendido na porta dela.

CONFEITARIA: O mesmo bolo da sua mãe, vendido na padaria de renome e badalada da cidade terá um valor ainda maior por conta de todos os valores agregados, fora os custos básicos, como prestígio, fama, qualidade, confiabilidade, investimento em mídia e investimento em Branding.

VÁRIAS FÓRMULAS

Vou apresentar alguns modelos com fórmulas diferentes e você escolhe a que melhor representa seu modelo de negócios.

Horas de trabalho por mês

Essa primeira fórmula não se baseia no cálculo de custos mensais, mas na precificação da hora. Mas para valer a pena abraçar o freelance e largar o trabalho para usar esse método, você tem que ter trabalho todos os dias todas as 8 horas de cada um dos 5 dias da semana nos 30 dias do mês.

Quanto vale seu salário mensal? Essa porgunta é importante porque dla vai dererminar a sua hora de trabalho. Para ficar mais fácil de exemplificar vamos usar o Designer Jr como exemplo. (Mas você pode ajustar os valores para estagiário, junior, pleno, sênior, expert, renomado).

Um designer jr ganha em media R$ 2.000,00. Isso na CLT. Mas seu custo para uma empresa e agencia é de aproximadamente R$ 4.000,00. Se o freela calcular sua base de valor a R$ 3.000,00 Ainda vai estar mais barato que a agência. (Conforme meu artigo de 2006).

Neste caso, os R$ 3.000,00 podem ser o start inicial para calcular a hora. Vamos tentar?

3.000 (reais) ÷ 22 (dias úteis de trabalho no mês).

3000÷22= 136,40 (diária de um Designer gráfico junior).

Pegar a diária e dividir por 8 horas pode ser um erro, porque parte destas 8 horas são pesquisas e estudos para a melhoria de trabalho, ou seja investimento sem ganhar dinheiro. Imagino que o ideal é dividir por 6,4. Já que segundo a google 20% do horário de trabalho deve ser investido somente ao que lhe dá realmente paixão.

136,40÷6,4 = sua hora custa R$ 21,31. Dá um desânimo? Não se preocupe você precisa ter trabalho todos os dias e mensurar quanto tempo cada cliente vai receber de você.

CÁLCULO COM BASE NO BRANDING

Neste modelo você não decide o valor da sua hora de trabalho, você decide quanto vale o seu trabalho. Bem, decide não é bem a palavra, você se adequa. Isso porque o mercado já tem uma idéia de quanto vale cada tipo de profissional baseado no Branding. Ou seja o conjunto de valores e avaliadores daquele profissional. Conforme já explicado. Por isso, mesmo que você não siga o modelo por hora, você precisa entender qual o valor percebido que seu trabalho tem, frente ao mercado. (estagiário, junior, pleno, sênior, expert, renomado).

Neste caso você decide quantas peças pode produzir por mês, ou quantos clientes quer ter deixando o “GAP” de 20%. Por exemplo 3 logotipos por mês , ou 2 clientes por mês. Lembrandoque estamos trabalhando com o valor de 3.000,00 para o designer Júnior que é autonomo.

PREÇO POR LOGOTIPO

3.000÷3 (logos)= R$ 1.000,00 por logotipo

3.000÷5(logo)= R$ 600,00 por mês

PREÇO POR CLIENTE (AGÊNCIA)

3.000÷2= 1.500,00*

3.000÷3= 1.000,00 *

Valor pago por cada agência ou cliente. Você pode fechar contrato por tempo específico (6 meses ou 2 anos por exemplo). Lembrando que essa é uma das formas de calcular.

TA MUITO GRANDE NE?

Pois é, um apaixonado e entusiasta do que faz precisa de um freio. Eu aviso pra vocês no instagram quando terminar o artigo nos temas abaixo.

Barcap (valor extra caso não goste do trabalho)?

Prazo influência no preço?

Formas de pafamento (paypal e 20% de cobrança)

Thiago Carneiro Benlev

LINKEDIN https://www.linkedin.com/in/thiagobenlev/ INSTAGRAM https://www.instagram.com/thiago.benlev/ PORTFÓLIO https://thiagobenlev.com/Porfolio/ PODCAST COMPLETO https://thiagobenlev.com/podcast BEHANCE https://www.behance.net/thiagobenl564b YOUTUBE https://www.youtube.com/channel/UC6I43kUHU9Oid8T56RQoN7A